Especulações livres

13 de out de 2007

Transa



Escutando Caetano... coisa dos meus 17 anos, quando ainda achava que fazia sentido ser hippie, quando nao sabia que era so de boutique. Gal Tropical: talvez eu tenha escutado esse disco ainda no utero, ou quando muito novo. Uma vez, em SP, escutei num carnaval, dentro de uma boite (alguem lembra do Massivo?). Algo tremeu em mim, como se la no fundo algo me tocasse e me causasse um extremo prazer. Talvez fosse nos meus dias la em Sao Pedro, antes das brigas e das discussoes, das depressoes e incompreensoes, quando o sol e o ceu azul e eu seguia as borboletas pelo jardim, cheirando rosas e nem prestando atencao para as orquideas, que tanto me impressionam hoje. O balance, ficou comigo entao, e talvez eu escute isso agora como nostalgia comprada online, como forma de cutucar meu cerebro a lembrar desses momentos mais puros e divertidos. Ou talvez eu esteja, apesar de tudo, num desses momentos, no auge da minha felicidade, ainda que numa encruzilhada. Encruzilhadas sao sempre lugares amedrontadores, liminares, cheios de promessas e perigos. Sinto um frio na barriga!

Um comentário:

Didi disse...

O título do seu post é o nome do álbum do Caetano do qual mais gosto.

Total de visualizações de página